Notícias

Proteger a Nós Mesmos Significa Proteger os Grandes Primatas

Postado em 02/07/2003


Por Dr. David Suzuki
Em um importante artigo publicado na Environmental News Network, o renomado cientista Dr. David Suzuki, coloca ao debate público a dramática situação de centenas de nossos irmãos chimpanzés, que estão morrendo rapidamente nas selvas do Gabão e do Congo, únicas reservas africanas onde ainda são encontrados em razoáveis quantidades.

Segundo Suzuki, a matança de chimpanzés e gorilas para serem vendidos como alimentos, a destruição do seu habitat por mineradoras e madeireiras que avançam floresta a dentro, e vários vírus, como o fulminante Ebola, estão matando de forma acelerada todos os Grandes Primatas africanos.

Recentemente, tem se detectado que o vírus Ebola está matando chimpanzés e gorilas como nunca aconteceu antes, explica-se isto ao se colocar o Ebola e os Grandes Primatas em mais contato, na medida em que o habitat deles é destruído e os primatas ficam mais perto dos humanos. Porém, essa situação se complica já que o Ebola também mata humanos, e mais de 200 já morreram possivelmente contaminados inicialmente pelo consumo de carne de Grandes Primatas, que contaminou alguns humanos e que depois transmitiram pelo ar a doença às comunidades inteiras.

O HIV também é uma ameaça latente, segundo as últimas teorias, o qual foi criado pela conjunção de dois vírus diferentes que vivem em primatas inferiores, que os chimpanzés comem eventualmente, e entram assim em seu sistema circulatório, depois podem ter sido transmitidos aos humanos, que se alimentaram da carne de chimpanzés. Existem 18 outros tipos de vírus similares ao HIV que vivem em 24 diversas espécies de primatas, e que podem também ser transmitidos ao homem pela mesma via que o HIV.

Ante essa situação o Dr. Suzuki conclui que a melhor forma de proteger a raça humana, é proteger os Grandes Primatas da extinção e dar um basta a uma situação que já pode ser catalogada como um genocídio da humanidade.

Aqueles que desejam mais informações sobre o tema podem acessar o Site www.davidsuzuki.org.