Notícias

Projeto GAP Espanha apresenta Amparo Judicial perante a Justiça Argentina para libertar o chimpanzé Johnny

Postado em 25/08/2022


Johnny - Zoo de Luján

Em 23 de agosto, o Projeto GAP Espanha iniciou AÇÃO PARA AMPARO contra o Zoológico da Cidade de Luján, Província de Buenos Aires, Argentina, por conduta contrária aos direitos fundamentais do chimpanzé Johnny. A sentença enviada ao novo Tribunal informa que “busca a proteção e o reconhecimento dos direitos fundamentais de ser uma pessoa não humana do grande primata conhecido como Jhonny”.

Johnny é um ser social, que precisa interagir com os de sua própria espécie. A solidão e exibição se traduzem em graves consequências psicológicas, que afetam sua saúde. 

“Johnny, como os humanos, precisa de sociabilidade e sofre de solidão. Portanto, deve ter seus direitos básicos garantidos, sendo transferido para um lugar onde possa descansar sem estresse com outros de sua própria espécie”, declara Pedro Pozas Terrados, Diretor Executivo do Projeto GAP Espanha.

A necessidade de transferir Johnny para um Santuário já foi identificada há vários anos, mas nunca se obteve sucesso nas negociações. Seu destino planejado é o Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba, SP, que está aberto para recebê-lo. O Santuário, afiliado ao Projeto GAP Brasil/Internacional, abriga atualmente 44 chimpanzés, todos provenientes de situações de maus-tratos em circos, zoológicos e atividades de entretenimento.

Entre as residentes do Santuário de Sorocaba está a chimpanzé Cecília, que vivia sozinha no zoológico de Mendoza, também na Argentina. Ela foi transferida por meio Judicial, através do recurso de Habeas Corpus, em 2017. Desde então vive no Santuário com o chimpanzé Marcelino.

Mais informações:

María de las Victorias Silvano

Delegada del PGS España en Argentina.

vickiegss@derecho.uba.ar

Pedro Pozas Terrados

Director Ejecutivo Proyecto Gran Simio (GAP/PGS-España). 

Teléfono: 678 708 832

www.proyectogransimio.org / direccionpgransimio@gmail.com