Notícias

Perícia da PF recomenda que girafas do BioParque sigam para santuário na África

Postado em 19/07/2022


Girafas foram trazidas da África do Sul para o Rio de Janeiro - Divulgação/PF

Um documento elaborado pela perícia da Polícia Federal (PF) afirma que as 15 girafas do Bioparque deveriam ser encaminhadas para santuários na África. Os animais que foram importados em dezembro de 2021 para o Rio, estão em cativeiros e com sinais de maus-tratos. Das 18 girafas inicialmente trazidas ao país, três morreram.

“A Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (DELEMAPH/RJ) buscou de todas as formas, mas não existe local para a adequada alocação dos animais aqui no Brasil, porém existem santuários com vastas áreas em pleno funcionamento em diversas regiões da África”, diz o documento que o Metrópoles teve acesso.

O Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, contudo, diz que existe a possibilidade dos animais ficarem em santuários no Brasil, que podem construídos exclusivamente para eles.

“Todos os biólogos que escutamos dizem que impossível fazer o transporte dos animais sem mais sofrimento para a África. As girafas já cresceram, quando vieram, vieram praticamente dobradas em caixas de transporte. Por isso, hoje, retornar à África de avião é impossível, teria que ser uma viagem de navio, o que é extremamente penosa”, explica Ana Paula Vasconcelos, do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal.

Leia a matéria completa em https://olharanimal.org/pericia-da-pf-recomenda-que-girafas-do-bioparque-sigam-para-santuario-na-africa/