Notícias

GAP Brasil: Tata e Milan, criança fazendo arte

Postado em 06/02/2020


Milan e Tata (GAP)

Peter, Tata e seus dois filhos Miguel e Milan formam uma das famílias de chimpanzés que moram no Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba. Peter e Tata também são os pais de Marcelino, que hoje vive com Cecília – Marcelino é o mais velho e já estava disputando a liderança do grupo com o pai.

Milan é o caçula, tem 4 anos, e faz as travessuras e artes que qualquer criança na sua idade, humana ou chimpanzé, faz. Da mesma forma, sua mãe, Tata, sempre o protege.

No domingo dia 26 de janeiro, lhes foram servidos geladinhos, que eles adoram chupar no verão. Tata pegou os seus e Milan foi atrás dela, “roubou” dois e fugiu para a árvore. Ele tenta subir atrapalhado, deixa cair, volta, pega um geladinho e sobe na árvore. Tata vai em direção à árvore porque não queria que ele subisse, queria que Milan fosse junto com ela para a casinha, onde estavam Peter e Miguel. Ela então o chama, chega até a “chorar”um pouquinho, pois estava pedindo para ele descer. 

Teimoso como toda criança, ele toma todo o geladinho antes de descer. Talvez também estivesse com medo da “bronca”da mãe pela travessura, e do “castigo” de não poder tomar o geladinho. Depois de um tempo ele finalmente desce, sobe no colo da mãe e eles vão finalmente juntos para a casinha.

Momentos de famílias de chimpanzés como este sempre surpreendem pela humanidade, inteligência e sensibilidade desses animais, e sua similaridade conosco. É uma inspiração para a continuidade do nosso trabalho de lutar e proteger seus direitos básicos.

Assista ao vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=bWSX28-7dPk