Notícias

Capitão chega em casa

Postado em 16/11/2020


Foto: Laurence Wozniak/PASA

Da PASA – Aliança de Santuários Pan-Africanos

Você se lembra do chimpanzé Capitão? Quando criança, sua mãe foi morta por caçadores furtivos que  o venderam como animal de estimação ilegal. Ele foi mantido sozinho por 11 longos anos em uma gaiola estéril que era tão pequena que ele não conseguia nem ficar de pé.

A PASA e o Parc de la Lekedi, um de nossos santuários membros no Gabão, resgatou Capitão dessas condições terríveis. Ele foi temporariamente levado para o Centro Internacional de Pesquisa Médica (CIRMF) em Franceville, Gabão. Esta instalação encerrou seu grande programa de pesquisa de primatas em 2001 e agora fornece quarentena e exames de saúde para primatas confiscados antes de irem para os santuários.

A intenção era que Capitão ficasse no CIRMF até que o Parc de la Lekedi pudesse abrir espaço para ele no santuário. No entanto, sua mudança para a casa permanente foi adiada devido aos requisitos de segurança e restrições de viagem impostas pelo COVID-19. Mas em setembro, Parc de la Lekedi foi finalmente capaz de transportar o Capitão para o santuário! Ele foi acompanhado por Ibamba, uma jovem chimpanzé resgatada no CIRMF com quem ele havia feito amizade.

A transferência ocorreu sem problemas, e tanto o Capitão quanto Ibamba estão agora em um grande recinto próximo ao de seu novo grupo no Parc de la Lekedi. Isso está permitindo que os chimpanzés se conheçam através de uma barreira de segurança antes que o Capitão e Imbaba estejam totalmente integrados à tropa. Vivendo em isolamento por tantos anos, Capitão se esforça para entender as expressões faciais típicas dos chimpanzés. Isso significa que apresentá-lo a outros chimpanzés será um processo desafiador. Isso só será possível por causa da experiência, cuidado e paciência da equipe do santuário.

Para saber mais sobre a PASA e apoiar seu trabalho: https://pasa.org