Santuário de Vargem Grande Paulista (SP)

Santuário de Vargem Grande Paulista - Geral

Em 1998, Selma Mandruca, atual coordenadora nacional do GAP Brasil, e sua mãe, Sonia, adquiriram Serginho, um bebê chimpanzé, e tinham como planos tê-lo como um pet. Rapidamente a ideia errônea de ter um chimpanzé como animal de estimação foi reconhecida e a problemática de maus-tratos fez com que elas se envolvessem na causa e se dedicassem à luta pelos direitos dos grandes primatas, montando um santuário.

Atualmente, o Santuário de Vargem Grande Paulista abriga o já adulto Serginho e mais três chimpanzés, que vivem em 2 grupos diferentes. As instalações contam com uma área interna de aproximadamente 300 m2 com dormitórios, áreas de alimentação, cambeamentos e corredores de segurança, além de ampla área externa para brincadeiras, exercícios e socialização. Por serem poucos chimpanzés, é possível realizar um trabalho de socialização e ter um contato bem próximo e pessoal com cada hóspede. Estes chimpanzés são muito humanizados, já que todos são procedentes de circos, e adoram assistir televisão, principalmente nos dias de chuva.

Moradores – Vargem Grande Paulista

Ana

anaFêmea, nasceu no Circo Garcia em 09/07/1996. Chegou ao santuário com oito anos de idade e é irmã do Serginho. Foi criada dentro do circo por uma família humana junto com uma menina de sua idade que a ensinou brincar de casinha. Por isso, com algumas panelinhas e um pouco de água, passa horas brincando sozinha. É muito meiga, doce e risonha. Dificilmente brinca com os outros, prefere ficar no seu canto dentro do seu mundinho particular. É muito delicada, uma perfeita lady.

Camila

anisa

Fêmea, nasceu em 06/04/1998, procedente do Circo Garcia. Chegou para morar com o Serginho em meados de 2004. É a fêmea dominante. Pequena no tamanho, porém com uma personalidade muito forte. É decidida, muito inteligente, porém muito carente, ansiosa e possessiva. É agressiva com quem não conhece e quer a atenção sempre só para si. Foi escolhida pelo Serginho como sua parceira.

Nino

nino

Macho, estima-se que nasceu em 1983. Chegou ao santuário em 2003, procedente do Circo di Nápoli, onde sempre trabalhou. É muito inteligente e entende tudo que os humanos falam. Seus dentes foram arrancados quando ainda era novo, porém isso não lhe impede de ser o maior comilão do santuário. Adora bolos, pães, sucos e iogurte. É um adulto com alma de criança. Gosta de conhecer todas as pessoas que chegam, é muito bonzinho e carinhoso e adora crianças. Viveu com a Judy, e agora está em busca de companhia.

Serginho

serginho

Macho, nasceu no Circo Garcia em 12/03/1998 e chegou à casa de Selma e Sonia com oito meses, onde morou até os cinco anos. Por isso, é muito humanizado e entende tudo o que é falado. É meigo, inteligente e ingênuo até perante as fêmeas com quem convive. Adora receber revistas, desenhar com giz de cera, pintar com aquarela e sabe se fazer entender por meio de gestos e sons. Quando foi morar no recinto dos chimpanzés, demorou para se acostumar, pois se achava humano. Por isso adaptamos colchões nas camas, TV em frente ao seu quarto de dormir e seus brinquedos e livrinhos de histórias estão sempre à mão. Foi o responsável por abrir os olhos e os corações das proprietárias do santuário para a causa dos grandes primatas.