Grandes primatas

Orangotangos

Uma vida que preza a individualidade

Se fôssemos comparar comportamentos humanos aos dos demais grandes primatas seria fácil identificar os orangotangos como os representantes do moderno e cada vez mais freqüente “estilo de viver bem e só”. Machos e fêmeas costumam se unir apenas na época da reprodução. As mães cuidam de seus filhotes sozinhas até eles atingirem a maturidade. Estes, por sua vez, assim que se sentem mais seguros, embrenham-se sozinhos pelas florestas em busca de uma vida independente.

Nessas rápidas relações sexuais, sem qualquer comprometimento dos machos na criação dos filhos, no entanto, há um dado relevante. Estupros acontecem em todos os grupos de grandes primatas, mas no caso dos orangotangos as fêmeas são as únicas que resistem ao abuso sexual chegando a encarar uma luta corporal contra o macho. Nesse grupo são as fêmeas que escolhem os machos e não o contrário.

São também os orangotangos os “reis do artesanato”. Basta olhar para o alto das árvores de Sumatra e Bornéu para ver fabulosas “camas” suspensas. São feitas com um emaranhado de galhos e folhas e podem suportar até 100 quilos (peso aproximado de um macho). As camas são feitas todo final de tarde conforme o indivíduo percorre a mata em busca de um novo lugar para seu descanso. Os orangotangos compartilham 96,3% do DNA humano.

Reflita sobre esse exemplo

Chantek é um orangotango que vive no zôo de Atlanta e que utiliza cerca de 200 sinais para se comunicar com os humanos. Ele responde perguntas faladas de seus tratores com a linguagem de sinais e também diz o quer como alguma espécie de comida ou de entretenimento, por exemplo: ele adora montar quebra-cabeças.
(Fátima Chuecco – jornalista ambientalista)

+ Notícias

O PL que proíbe zoológicos e aquários determina que os animais sejam prioritariamente libertados no habitat ou levados para santuários [...]

19/06/2018

MAUS-TRATOS Os animais explorados pelo Dade City’s Wild Things morreram após serem transportados de forma inadequada. 19/06/2018 às 07:30 Por [...]

19/06/2018

Menos de três meses após sofrer uma lesão “horrível” em sua barbatana dorsal, Katina aparentemente já está se apresentando novamente [...]

13/06/2018

m decorrência da divulgação de irregularidades no Zoológico de Sorocaba, também chamado de Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, cidadãos [...]

12/06/2018

Um morador da cidade alertou as autoridades sobre a presença do animal em área urbana após vê-lo caminhando por uma [...]

12/06/2018

Em homenagem ao nosso querido Guga, que nos deixou há pouco mais de uma semana, criamos uma página em nosso [...]

05/06/2018

Com um aperto no coração, Roberto Tripoli despede-se e homenageia GUGA YNTERIAN (2009-2018), esse meninão lindo, um guerreiro querido, que inspirou seu [...]

30/05/2018

Guga Ynterian 1999-2018 Não pensei que algum dia iria escrever estas linhas. Guga era meu oitavo filho. Todos os anteriores, [...]

29/05/2018

Não pensei que algum dia iria escrever estas linhas. Guga era meu oitavo filho. Todos os anteriores, primatas humanos; ele [...]

28/05/2018

Segundo um novo estudo de pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte, que foi publicado na Royal Society Open [...]

20/05/2018