História

O Great Ape Project (Projeto dos Grandes Primatas), ou GAP, é um movimento internacional criado em 1994 cujo objetivo maior é lutar pela garantia dos direitos básicos à vida, liberdade e não-tortura dos grandes primatas não humanos – Chimpanzés, Gorilas, Orangotangos e Bonobos, os parentes mais próximos do homem no mundo animal. Para tanto, o projeto criou a Declaração Mundial dos Grandes Primatas, documento que oficializa os direitos creditados a estes animais.

O GAP nasceu a partir de ideias desenvolvidas em um livro de mesmo nome escrito pelos filósofos Paola Cavalieri e Peter Singer, este último considerado um dos precursores mundiais do movimento de defesa de direitos dos animais. No livro, os autores e outros especialistas, entre os quais a primatóloga britânica Jane Goodall, explicam que os seres humanos e os grandes primatas compartilham características como organização social, comunicação e fortes laços afetivos entre os indivíduos, o que lhes conferem inteligência e, consequentemente, direitos muito similares aos nossos.

Atualmente o GAP está presente em 13 países – Brasil, Chile, Uruguai,  Argentina, México, Costa Rica, Espanha, Alemanha, Reino Unido, França, Portugal Costa do Marfim e Japão, nos quais representantes trabalham sobretudo na divulgação do propósito da causa dos Direitos dos Grandes Primatas e em ações de mobilização.

No Brasil, o GAP tomou destaque nas últimas décadas pelo trabalho prático de resgate e recuperação de chimpanzés vítimas de maus-tratos desenvolvido em quatro Santuários de Grandes Primatas. Apesar de particulares e independentes, os santuários brasileiros são instituições afiliadas ao GAP, ou seja, comungam de seus ideais na manutenção dos grandes primatas, permitindo o desenvolvimento de comportamentos naturais, apesar da situação de cativeiro, principalmente a convivência em grupos hierarquizados. O precursor – e hoje o maior da América Latina – é o Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba, que deu início às suas atividades no ano 2000.

O Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba foi fundado pelo empresário e microbiologista Pedro Ynterian, que foi presidente do Projeto GAP Internacional de 2008 a 2016 e hoje ocupa o cargo de Secretário Geral. Tudo começou quando Guga, então com três meses de idade, foi “adotado” por Ynterian para ser criado em seu apartamento em São Paulo. Rapidamente o empresário percebeu que Guga não era um pet e precisava de um espaço maior e da companhia de outros chimpanzés. Desta forma nasceu o santuário e o interesse pela divulgação dos objetivos do Projeto GAP no Brasil e no mundo.

Organograma Geral

Presidente de Honra: Peter Singer

Presidente: Pedro Pozas Terrados (Espanha)

Vice Presidente: Paulina Bermudez Landa (México)

Secretário Geral: Pedro A. Ynterian (Brasil)

+ Notícias

LUTO Em uma época em que o filme King Kong era referência em gorilas, Koko transformou a visão das pessoas [...]

21/06/2018

ÚLTIMA CHANCE Após uma vida de prisão e exploração Sumomo morre ao tentar fugir 20/06/2018 às 06:20 Por Eliane Arakaki, [...]

20/06/2018

CRUELDADE O autor do documentário, Ulrich Seidl, afirma que as bárbaras matanças de animais são sinais da degeneração da humanidade [...]

20/06/2018

AUDIÊNCIA PÚBLICA O PL que proíbe zoológicos e aquários determina que os animais sejam prioritariamente libertados no habitat ou levados [...]

19/06/2018

MAUS-TRATOS Os animais explorados pelo Dade City’s Wild Things morreram após serem transportados de forma inadequada. 19/06/2018 às 07:30 Por [...]

19/06/2018

ESTADOS UNIDOS Menos de três meses após sofrer uma lesão “horrível” em sua barbatana dorsal, Katina aparentemente já está se [...]

13/06/2018

ABUSO Em decorrência da divulgação de irregularidades no Zoológico de Sorocaba, também chamado de Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, [...]

12/06/2018

BUSCA POR LIBERDADE Um morador da cidade alertou as autoridades sobre a presença do animal em área urbana após vê-lo [...]

12/06/2018

Em homenagem ao nosso querido Guga, que nos deixou há pouco mais de uma semana, criamos uma página em nosso [...]

05/06/2018

Com um aperto no coração, Roberto Tripoli despede-se e homenageia GUGA YNTERIAN (2009-2018), esse meninão lindo, um guerreiro querido, que inspirou seu [...]

30/05/2018