Notícias

YERKES: Outro Centro de Horrores Chega ao seu Fim

Postado em 10/01/2003


Os norte-americanos tem se caracterizado por usar Primatas em larga escala em experiências médicas. Também têm sido acusados como os maiores torturadores de animais do planeta. Ao mesmo tempo, muitas ONGs daquele país são as que mais defendem os animais no mundo.

No ano passado a Coulston Foundation que torturou centenas de Chimpanzés faliu, e foi comprada por uma Fundação de Defesa dos mesmos, que está transferindo-os para um Santuário em Fort Pierce, Florida. Agora outro Centro de Horrores está chegando ao seu fim: O Yerkes National Primate Research Center, em Georgia, será transformado em um Santuário. Forçado por uma Lei do Congresso Norte-americano o Instituto Nacional de Saúde (NIH) Norte-americano tem destinado 24 milhões de dólares para construção de Santuários para os Grandes Primatas usados em experiências médicas. Dos 1.600 Chimpanzés ainda em laboratórios médicos norte-americanos, estima-se que 400 já não são mais usados, e o resto também será aposentado nos próximos anos. Na época de maior tortura aos chimpanzés, na onda da AIDS, os norte-americanos chegaram a ter 3.000 Chimpanzés em seus laboratórios, fazendo todo tipo de experiência com eles.

Um bom exemplo do que a bestialidade humana pode fazer, e ainda nos consideramos civilizados e donos do Universo.