Notícias

Projeto de Grandes Primatas é contra o dia mundial do chimpanzé

Postado em 09/05/2018


PGS Espanha

Diante da iniciativa lançada na mídia, por diferentes instituições, para celebrar no próximo dia 14 de julho como o Dia Mundial do chimpanzé, o Projeto de Grandes Primatas entende que deveria ser o Dia Mundial dos Grandes Primatas Não-humanos (Bonobos, Chimpanzés, Gorilas e Orangotangos), pois caso contrário parece tentar dividir as espécies citadas, o que não faz  sentido e desvia o foco principal da perda da biodiversidade, que é comum a todos eles e não só aos chimpanzés.

Todas as populações de Grandes Primatas estão em alto risco de extinção e seu número continua a diminuir de maneira alarmante e rápida. Portanto, é importante concentrar os esforços de maneira unida e, não celebrar Dias Mundiais para cada espécie.

Da mesma forma, o Projeto de Grandes Primatas rejeita veementemente que sejam empresas lucrativas que promovem o “Dia Mundial do Chimpanzé”, porque é mais uma forma de fazer negócios dentro de suas instalações, celebrando festivais, eventos e atraindo assim mais pessoas para os zoológicos; onde os Grandes Primatas e muitos outros animais permanecem presos por toda a vida, entediados e estressados ​​continuamente.

A Associação de Zoológicos e Aquários (Waza – World Association of Zoos and Aquariums) e a U.S. Wildlife Trafficking Alliance (Aliança para o Tráfico de Vida Selvagem) são entidades que promovem o dia mundial dos Chimpanzés. Precisamente os zoológicos abastecidos com animais nos séculos XIX e XX procedentes da caça furtiva. Se matava toda a família para roubar os mais jovens e levá-los cativos, para o prazer e os negócios desses centros.

Portanto, o Projeto de Grandes Primates rejeita energicamente que sejam centros lucrativos os que estão promovendo esta iniciativa e, portanto, não apoiará esta reivindicação; enquanto jardins zoológicos, aquários ou qualquer outro centro destas características estiverem por trás do Dia Mundial do Chimpanzé.

No panfleto que pode ser visto no site onde a proposta está sendo promovida, eles comentam que é feito “Em homenagem ao primo mais próximo dos humanos”. Para o Projeto de Grandes Primatas, precisamente porque eles são hominídeos Não-humanos de nossa própria família, devemos proteger suas populações livres e eles NÃO PODEM ser trancafiados em cativeiro e mantidos por zoológicos e outros lugares lucrativos. Outra frase é “promover seu cuidado (o dos Chimpanzés) apropriado em situações de cativeiro”. Promover claramente o cuidado dos Grandes Primatas cativos é simplesmente que eles saiam dos zoológicos para que sejam levados a Santuários, sem promover ou encorajar programas de reprodução e trocas abusivas entre zoológicos.

A conexão e a responsabilidade de proteger os Chimpanzés e Grandes Primatas em geral, que são seres complexos e inteligentes, devem passar pela proteção imediata de seu hábitat natural, o fim do desmatamento e da caça furtiva, bem como o fim do cativeiro em zoológicos e outros centros lucrativos, pois só o que eles fazem é mostrar o horror de ver seres vivos inertes, sem uma vida útil e que em nada é uma amostra de educação, nem de respeito por nossos irmãos evolutivos. Com os próprios Grandes Primatas, compartilhamos o mesmo ancestral comum, eles são membros de nossa linhagem e, sem dúvida, participantes e atores importantes na história da humanidade“, disse Pedro Pozas Terrados, Diretor Executivo do Projeto Gran Simio e Presidente Internacional da mesma Organização.

Para Pozas, o dia Mundial do Chimpanzé, apoiado por aqueles que mantêm os Grandes Primatas em cativeiro, é um grave erro; uma forma de distração e cortina de fumaça sobre o problema real que os grandes primatas estão enfrentando neste momento, que é  a sua total extinção impulsionada pelo Homo sapiens em todas as suas áreas e a negação de seus direitos básicos. Para o representante desta Organização, o fato de que tenha sido escolhido o Chimpanzé, com o apoio maciço das Associações de Zoológicos, pode ser devido ao fato desta espécie ser mais comum nos centros mencionados e pretende-se usar esse dia para a promoção do negócio comercial dos zoológicos.

O Projeto de Grandes Primatas termina dizendo que não apoia esta iniciativa enquanto por trás dela estiverem as Associações de Zoológicos e Aquários.

Fonte em espanhol:

https://proyectogransimio.org/noticias/ultimas-noticias/proyecto-gran-simio-en-contra-del-dia-mundial-del-chimpance-que-algunas-entidades-quieren-celebrar-el-14-de-julio-proximo



+ Notícias

O PL que proíbe zoológicos e aquários determina que os animais sejam prioritariamente libertados no habitat ou levados para santuários [...]

19/06/2018

MAUS-TRATOS Os animais explorados pelo Dade City’s Wild Things morreram após serem transportados de forma inadequada. 19/06/2018 às 07:30 Por [...]

19/06/2018

Menos de três meses após sofrer uma lesão “horrível” em sua barbatana dorsal, Katina aparentemente já está se apresentando novamente [...]

13/06/2018

m decorrência da divulgação de irregularidades no Zoológico de Sorocaba, também chamado de Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, cidadãos [...]

12/06/2018

Um morador da cidade alertou as autoridades sobre a presença do animal em área urbana após vê-lo caminhando por uma [...]

12/06/2018

Em homenagem ao nosso querido Guga, que nos deixou há pouco mais de uma semana, criamos uma página em nosso [...]

05/06/2018

Com um aperto no coração, Roberto Tripoli despede-se e homenageia GUGA YNTERIAN (2009-2018), esse meninão lindo, um guerreiro querido, que inspirou seu [...]

30/05/2018

Guga Ynterian 1999-2018 Não pensei que algum dia iria escrever estas linhas. Guga era meu oitavo filho. Todos os anteriores, [...]

29/05/2018

Não pensei que algum dia iria escrever estas linhas. Guga era meu oitavo filho. Todos os anteriores, primatas humanos; ele [...]

28/05/2018

Segundo um novo estudo de pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte, que foi publicado na Royal Society Open [...]

20/05/2018