Notícias

Os três de La Plata

Postado em 22/01/2018


Martin Davids e Dr. Pedro Ynterian

 

Por esse nome os conhecíamos, após mais de seis anos de conversas, trâmites, burocracia e permissões de mais de cinco órgãos estatais da Argentina e do Brasil. Os três de La Plata são de uma família de chimpanzés a qual o tratador,  Martín Davids, dedicou uma parte de sua vida para mantê-los vivos e saudáveis em um Zoológico que nunca chegou a construir um recinto que os acolhessem corretamente.

Os Três de La Plata dividiam o recinto com outros dois chimpanzés, porém, não podiam conviver juntos. A parte externa era alternada durante os dias da semana entre os dois grupos. Quando um grupo ficava preso vários dias, porque os que estavam na parte externa não desejavam voltar a ser encerrados, a situação da higiene e de tratamento adequado dos reclusos se agudizava.

Martín Davids nos contou que a sorte é que ele podia entrar com eles e limpar o recinto, com eles dentro, o que geralmente nenhum tratador faz,  já que não existe segurança possível durante esse tempo.

Aqui reproduzimos a matéria que em 2014 fizemos quando Martín nos visitou no Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba:

Depoimento de Martín Davids, tratador do Zoológico de La Plata, Argentina

O Instituto ANAMI, afiliado ao Projeto GAP, está trabalhando há mais de seis meses para tornar realidade a libertação dos Três de La Plata para suas instalações no Paraná.

Essa persistência chega ao seu fim no dia 23 de janeiro, quando um avião trazendo os Três de La Plata pousará em território brasileiro e Punia, Pweke e Zuri serão incorporados aos mais de vinte Grandes Primatas que moram neste Santuário, nas melhores condições de tratamento que são possíveis no mundo.

Ana Selles Starostik, fundadora do Santuário, junto com o seu marido Milan Starostik, recentemente falecido, cumpre uma promessa que fez consigo mesma: de não renunciar até conseguir que aqueles Três infelizes desfrutem de uma vida digna e decente, a qual nunca tiveram.

Dr. Pedro A. Ynterian
Secretário Geral – Projeto GAP Internacional