Notícias

Mais três chimpanzés da Argentina são transferidos para santuário brasileiro

Postado em 22/01/2018


Instalações do Santuário de Grandes Primatas do Paraná - Instituto Anami

Punia, Pweki e Zuri estão iniciando um novo ciclo em sua vida. Nesta terça-feira, 23 de janeiro, os chimpanzés (pai, mãe e filha) serão transferidos do zoológico de La Plata, na Argentina, para o Santuário de Grandes Primatas do Instituto ANAMI, em São José dos Pinhais, no Paraná, Brasil, afiliado ao Projeto GAP.

Esta transferência reforça a parceria positiva desenvolvida entre os dois países visando a melhoria da qualidade de vida de chimpanzés que viviam em zoológicos e sua integração em santuários, onde têm a chance de viver em espaços maiores, em companhia de outros indivíduos e sem exposição ao estresse gerado pelo visitação de público.

A última transferência de um chimpanzé da Argentina para o Brasil foi a de Cecília, em abril de 2017, que representou um marco por ter sido o primeiro caso de um Habeas Corpus concedido a um animal não humano.

A ida de Punia, Pweke e Zuri para o santuário brasileiro também é um reflexo de uma tendência de revisão do papel dos zoológicos, visando analisar a situação dos animais e buscar melhores opções de cativeiro. Em julho de 2017 foi anunciada a notícia de conversão do zoológico de La Plata em um ecoparque e em 2016 a Prefeitura de Buenos Aires já havia anunciado o fechamento do zoológico da cidade.

 

Jaqueline B. Ramos

Gerência de Comunicação – Projeto GAP Internacional