Notícias

IBM faz declaração pública de ruptura de ligação com o Banco de Sangue de Nova York por conta de abandono de chimpanzés

Postado em 17/05/2017


(Their Turn)

Por Donny Moss (Their Turn)

Em um comunicado publicado em seu site, a IBM anunciou que cortou todos os laços com o NY Blood Center por conta da decisão da organização de abandonar 66 chimpanzés sem comida ou água nas ilhas da Libéria. A IBM se junta aos outros parceiros corporativos de longo prazo da NYBC, MetLife e Citigroup, na exigência de que a organização assuma responsabilidade sobre o assunto.

O anúncio, que afirma que a IBM suspendeu suas campanhas de doação de sangue, marca o fim de um relacionamento de 54 anos entre a IBM e o NYBC.

A notícia vem depois de um protesto na IBM e meses de discussões com defensores do bem-estar animal que têm trabalhado para convencer os parceiros corporativos do NYBC a exigir  responsabilidade por parte da organização.

Depois de realizar experimentos de pesquisa em aproximadamente 500 chimpanzés por 30 anos e prometer fornecer aos sobreviventes os cuidados que precisam ao longo da vida, o NYBC decidiu abandonar os 66 chimpanzés sobreviventes sem comida ou água em ilhas na Libéria, deixando-os morrer de fome e sede. Usando dinheiro doado pelo público, a Humane Society dos Estados Unidos (HSUS) entrou com ações de emergência para cobrir os custos mensais associados com a alimentação dos chimpanzés.

A Dra. Jane Goodall, uma das muitas líderes da comunidade de bem-estar animal que criticaram a atitude do NYBC, escreveu o seguinte em uma carta ao CEO da organização, Christopher Hillyer: “Considero completamente chocante e inaceitável que o NYBC  abandone esses chimpanzés e descontinue o apoio para suas necessidades básicas. Sua empresa foi responsável por adquirir esses chimpanzés e, portanto, tem a obrigação moral de continuar a cuidar deles para o resto de suas vidas.”

Em fevereiro, Donny Moss, do Their Turn, viajou para a Libéria para visitar e documentar os chimpanzés abandonados, os liberianos que entraram em uma base voluntária para salvar suas vidas e Jenny e Jim Desmond, o casal americano contratado pela HSUS para supervisionar o cuidado dos chimpanzés.

Artigo original (em inglês): http://theirturn.net/2017/05/08/ibm-condemns-new-york-blood-center/