Notícias

Hipopótamo morre após ser explorado por zoo durante 28 anos

Postado em 08/03/2018


Nino morreu após ser explorado por 28 anos (Foto: Divulgação)

EXPLORAÇÃO ANIMAL

Uma necrópsia foi realizada para identificar a causa da morte.

07/03/2018 às 07:30
Por Redação

Após viver aprisionado durante 28 anos no Parque Ecológico de Americana, o hipopótamo Nino morreu. Uma necrópsia foi realizada por especialistas para identificar a causa da morte do animal.

O hipopótamo passou a ter perda de apetite há duas semanas. “Ele ficou em observação pelos veterinários do parque e, ao mesmo tempo, buscamos opiniões de outros veterinários e especialistas”, explicou a médica veterinária do zoológico Michelle Falcade Forti.

Neste período, o animal mostrou ter interesse apenas por alimentos mais macios. Por essa razão, foram oferecidos a ele tubérculos cozidos, como abóbora, batata doce e cenoura, e frutas de textura macia, como banana, mamão e melancia.

Além da mudança na alimentação, Nino foi também medicado. “Trabalhamos com medicamentos via oral, já que o couro duro dificulta medicações injetáveis, mas infelizmente veio a óbito”, afirmou o médico veterinário Everton dos Santos Cirino.

A expectativa de vida da espécie na natureza é de 40 anos. Entretanto, em cativeiro, Nino teve sua vida reduzida. O hipopótamo, que pesava 3,5 toneladas, tinha 30 anos. Seu filhote, Lulinha, de oito anos de idade, permanece aprisionado no mesmo zoológico.

Nota da Redação: zoológicos são prisões de inocentes que impedem que os animais tenham contato com a natureza e vivam em liberdade. Muitos deles nascem e morrem em zoológicos sem nunca sequer ter conhecido o próprio habitat. Tratados como objetos, animais silvestres são expostos ao público nesses locais. Explorados para entretenimento humano, eles são vistos como mera fonte de lucro para os proprietários destes parques que, por serem sustentados pelo dinheiro dos visitantes, devem ser completamente boicotados em um ato de defesa ao direito à liberdade dos animais.

Fonte: ANDA

Hipopótamo morre após ser explorado por zoo durante 28 anos



+ Notícias

O PL que proíbe zoológicos e aquários determina que os animais sejam prioritariamente libertados no habitat ou levados para santuários [...]

19/06/2018

MAUS-TRATOS Os animais explorados pelo Dade City’s Wild Things morreram após serem transportados de forma inadequada. 19/06/2018 às 07:30 Por [...]

19/06/2018

Menos de três meses após sofrer uma lesão “horrível” em sua barbatana dorsal, Katina aparentemente já está se apresentando novamente [...]

13/06/2018

m decorrência da divulgação de irregularidades no Zoológico de Sorocaba, também chamado de Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, cidadãos [...]

12/06/2018

Um morador da cidade alertou as autoridades sobre a presença do animal em área urbana após vê-lo caminhando por uma [...]

12/06/2018

Em homenagem ao nosso querido Guga, que nos deixou há pouco mais de uma semana, criamos uma página em nosso [...]

05/06/2018

Com um aperto no coração, Roberto Tripoli despede-se e homenageia GUGA YNTERIAN (2009-2018), esse meninão lindo, um guerreiro querido, que inspirou seu [...]

30/05/2018

Guga Ynterian 1999-2018 Não pensei que algum dia iria escrever estas linhas. Guga era meu oitavo filho. Todos os anteriores, [...]

29/05/2018

Não pensei que algum dia iria escrever estas linhas. Guga era meu oitavo filho. Todos os anteriores, primatas humanos; ele [...]

28/05/2018

Segundo um novo estudo de pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte, que foi publicado na Royal Society Open [...]

20/05/2018