Notícias

GAP lamenta decisão da Justiça Alemã de manter Robby em circo

Postado em 19/11/2018


Poster do Circo Belly (BBC)

No início deste mês, a imprensa internacional deu a notícia sobre a decisão final da Corte Alemã em favor de Klaus Köhler, do Circus Belly, para manter o chimpanzé Robby, em vez de transferir o chimpanzé de estimados 43 anos para melhores condições de cativeiro.

Robby é o último chimpanzé de um circo na Alemanha e, nos últimos sete anos, não só o GAP, mas também outros especialistas em grandes primatas, entre eles a renomada primatologista Jan Goodall, tentaram de todas as formas transferi-lo para uma reserva na Espanha. Esta é a maneira que Robby tem sido explorado durante a maior parte de sua vida – https://www.youtube.com/watch?v=VR-w04l2-1U. É extremamente triste …

Colin Goldner, do GAP Alemanda, explica o caso de Robby:

“Estamos bastante familiarizados com o caso de Robby desde 2011. Ele é o último chimpanzé que é propriedade e é usado em um circo na Alemanha. Ele nasceu em 1971 em um pequeno zoológico perto da fronteira francesa e foi vendido aos três anos de idade a um circo no norte da Alemanha. Ele foi abusado por décadas para se apresentar em traje de palhaço, na arena de circo. Sua casa é uma gaiola de circo móvel, medindo cerca de 10m². Além disso, ele tem um recinto externo cercado de 30 m², usado quando o  circo chega a uma nova localidade. Nós tentamos o nosso melhor por sete anos para tirá-lo do circo e transferi-lo para a reserva Primadomus/AAP Foundation na Espanha – até Jane Goodall falou no caso de Robby -, mas seu dono, o diretor do circo Klaus Köhler, conseguiu a licença extraordinária que ele detém. para manter e exibir Robby ano após ano, pelo escritório veterinário responsável. Finalmente, em 2015, recebemos uma ordem judicial para que Robby fosse capturado e transferido para a AAP, mas novamente o Sr. Köhler conseguiu uma manobra para negar a denominação no tribunal, para que ele pudesse manter Robby. Agora, 8 de novembro de 2018, uma decisão judicial final foi emitida e não pode mais ser apelada: Robby foi condenado a permanecer no circo pelo resto de sua vida. Nada mais podemos fazer por ele.”

Esperamos profundamente que o caso de Robby possa ser usado como uma motivação para a proibição de chimpanzés e animais em geral em circos. Para as pessoas boicotarem ainda mais circos que exploram animais e para que essa má prática antiquada seja extinta de uma vez por todas. Mas, principalmente, esperamos que Robby encontre a paz de alguma forma para confrontar as condições covardes às quais ele é submetido.

Jaqueline B. Ramos

Gerente de Comunicação – Projeto GAP Internacional

Leia mais:

https://www.greatapeproject.de/zirkus/ (em alemão)

https://www.bbc.com/news/world-europe-46149725