Notícias

Em memória de Iris, Garrey e Tiffany

Postado em 11/09/2018


(Save the Chimps)

Por Molly Polidoroff, diretora executiva, Santuário Save the Chimps

Neste verão, tivemos o primeiro Dia Mundial do Chimpanzé, um dia reservado para celebrar nossos primos mais próximos. Nós do Save the Chimps temos a honra de fazer parte da comunidade que fornece os melhores cuidados possíveis, uma vez que os chimpanzés são retirados dos laboratórios, do comércio de animais de estimação e da indústria do entretenimento.

Dadas as suas origens, os nossos chimpanzés chegam até nós com várias necessidades e características. Tratamos nossos chimpanzés como indivíduos – encontrando-os onde estão a qualquer momento e caminhando lado a lado. Nosso santuário fornece o espaço e o cuidado para os chimpanzés viverem o resto de suas vidas com dignidade. Assim, entendemos que a perda faz parte da própria natureza do nosso trabalho, particularmente considerando que quase 30% da nossa população é idosa. Como fazemos quando nossos chimpanzés se vão, honramos cada um compartilhando suas histórias individuais. Infelizmente, perdemos três chimpanzés desde abril – Iris, Garrey e Tiffany – por conta de uma variedade de doenças. Compartilho aqui uma breve história de cada um deles e convido-o a visitar a página de tributo aos que já foram em nosso website.

Iris, também conhecida como “Miss Iris”

Em 2015, Iris veio até nós após anos em isolamento em um zoológico pequeno e sem credenciais. Ela se mostrou quieta na chegada, mas seu interesse inicial por Abdul, um chimpanzé macho em um recinto vizinho, floresceu em uma das relações mais especiais que já testemunhamos no santuário.

Garrey a.k.a “Garre-bear”

Garrey estava entre os 266 chimpanzés resgatados pelo Save the Chimps da Coulston Foundation, um extinto laboratório no Novo México com extensas violações da lei de bem estar animal. Apesar de suas condições de vida anteriores, Garrey tinha uma personalidade feliz e amigável. Ele era um gigante gentil conhecido por sua gentileza e natureza calma ao conhecer novos chimpanzés.

Tiffany a.k.a “Tiff”

Tiffany chegou ao Save the Chimps no início deste ano, com 13 anos. Mesmo sendo nova no santuário, Tiffany prontamente expressou sua natureza corajosa. Quando outros chimpanzés eram muito barulhentos durante o cochilo, ela falava o que pensava, vocalizando para mandá-los descer. Enquanto outros chimpanzés carregavam itens na área entre entre a coxa e o abdômen, Tiff gostava de exibi-los carregando-os em seu ombro. A equipe lhe deu uma bolsa, para o caso de querer carregar mais. Ela também adorava “divertimentos à base de água”, incluindo sua piscina infantil.

Todos os chimpanzés sob nosso cuidado deixam impressões profundas em nossos corações. Nós entendemos o quanto você se preocupa com eles também e sabemos que está de luto conosco. Obrigado, como sempre, pela compaixão que você demonstra por esses seres incríveis.

Saiba mais sobre como honramos a morte de nossos amados residentes.

https://www.savethechimps.org/how-we-honor/