Notícias

Cecilia, primeira chimpanzé libertada por Habeas Corpus

Postado em 30/03/2017


prensa.mendoza.gov.ar

Na próxima semana está prevista a chegada ao aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, procedente de Mendoza, Argentina, da primeira chimpanzé no mundo que foi libertada do seu cativeiro através de um instrumento jurídico humano, o Habeas Corpus.

Cecília, que é a única sobrevivente de um grupo de quatro chimpanzés que morava no Zoológico de Mendoza, Argentina, já tem um recinto reservado no Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba, afiliado ao Projeto GAP, onde deve viver o resto de seus dias, com a companhia de 50 de seus iguais.

O Habeas Corpus impetrado pela organização AFAGA, ONG que defende os animais naquele país, foi autorizado pela Juiza Dra. María Alejandra Mauricio .

Outras tentativas no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa até o momento não tiveram sucesso e, por diversas razões, a libertação dos primatas não foi obtida.

Quando pisar em território brasileiro, Cecília se converterá na primeira primata não humana que conseguiu a sua liberdade graças a um instrumento jurídico humano!

Esperamos que este exemplo seja seguido em outros casos, para que muitos outros Grandes Primatas que sofrem exploração em cativeiros terríveis também possam ser libertados.

BIENVENIDA CECILIA  A TU NUEVA CASA!”

Dr. Pedro A. Ynterian
Secretário Geral, Projeto GAP Internacional